CASP participa de edição histórica do Show Rural Coopavel

 A CASP estará presente na edição histórica de 30 anos do Show Rural Coopavel. A feira, realizada em uma área de 72 hectares às margens da BR-277 na saída para Cascavel (PR), está marcada para os dias 5 a 9 de fevereiro. A expectativa dos organizadores é de que mais de 250 mil pessoas passem pela área que abriga o terceiro maior evento de transferência de tecnologias para o campo do mundo.

O estande da CASP fica localizado ao lado do pavilhão Avicultura.

“Durante o Show Rural Coopavel iremos expor nossas principais soluções para a avicultura e suinocultura que visam aumentar a eficiência operacional dos clientes. Nossa expectativa é bastante positiva, pois sentimos que as pessoas estão mais confiantes em fazer investimentos em equipamentos e tecnologia”, destaca Sérgio Virgini, Executivo Principal da Unidade Proteína Animal.

Entre os equipamentos em exposição durante o Show Rural Coopavel, a CASP apresenta:

  • Comedouro Tuboflex
  • Bebedouro Nipple
  • Ninho Automático
  • Comedouro de Corrente com Suspensão para Matrizes S-70E
  • Comedouros, Cocho, Dosadores e Distribuidores de Ração para Suínos

Armazenagem de grãos

 Durante a exposição, a CASP destaca também seus equipamentos que operam na recepção, limpeza, secagem, armazenagem e expedição de grãos. São projetos que atendem produtores de todos os portes e cooperativas de café, além de milho, soja, cevada e demais grãos cultivados.

De acordo com estudo divulgado em 11 de janeiro pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a estimativa para a safra de grãos 2017/18 indica um volume de 227,95 milhões de toneladas – resultado 4,1% menor que na última safra. A soja e o milho permanecem como principais culturas, respondendo por quase 90% dos grãos produzidos no país: para a soja, com queda de 3,2%, estão previstas 110,4 milhões de toneladas contra 114,1 milhões/t do último período. No caso do milho total, a expectativa de redução de 5,6% muda de 97,8 milhões de toneladas para 92,3 milhões/t

“Estamos diante de uma grande oportunidade para a armazenagem de grãos devido à grande falta de silos e a deficitária infraestrutura brasileira. O produtor que investe em armazenagem na fazenda economiza gastos com transporte, permanece com o produto disponível no local de produção e pode aguardar para vender grãos durante a entressafra, em momentos que os preços estejam mais lucrativos”, explica Andréa Hollman, Executiva Principal da Unidade Armazenagem de Grãos.

Os equipamentos CASP são os únicos fabricados com tecnologia 100% nacional.

 

© 2016 CASP Logo Mutare